Girl & Tattoo

tumblr_maoiusJvK41r06vmxo1_500

tumblr_m9vt44bbJh1rq6ezeo1_400

tumblr_m93xujxpCP1rvnpn4o1_500

tumblr_m9jnp7Fnr41ql7t4ho1_400

 

tumblr_m97t1kALBd1r3oa8wo1_400

tumblr_m9rztgzqka1rb27vgo1_500

tumblr_m8sljkxiF91rd6rueo1_500

 

tumblr_m968s68DEx1rvnpn4o1_500

tumblr_m8l551dWfj1rdv91ho1_500

tumblr_macqnmGO531rgran4o1_500tumblr_m9898dtW7m1r008t0o1_500

 

tumblr_ma247vBt091qm5j37o1_500

 

Anúncios

As Doze Rainhas

Viajar durante cinco meses pela Europa em busca de lugares perfeitos  para ser o cenário  de seu trabalho, foi isso que a fotografa australiana Alexia Sinclair fez , usando modelos, roupas  inspiradas em trajes de época e modernos processos de efeitos fotográficos, ela realizou seu trabalho chamado “As Doze Rainhas ” que durou 3 anos para ficar pronto,Alexia retratou rainhas como Cleópatra e Maria Antonieta :

“MARIA ANTONIETA – A RAINHA EXTRAVAGANTE”

“CLEÓPATRA – A SEDUTORA”

“ELIZABETH I – A RAINHA VIRGEM”

“CRISTINA DA SUÉCIA – A RAINHA ANDRÓGINA”

“ISABELLA DA ESPANHA – A CATÓLICA”

“BOADICEIA – A RAINHA CELTA”

“ISABEL BÁTHORY – A CONDESSA SANGRENTA”

“LEONOR DA AQUITÂNIA – A ÁGUIA”

“CATARINA, A GRANDE – A IMPERADORA ILUMINADA”

“ALEXANDRA ROMANOV – A ÚLTIMA CZARINA DA RÚSSIA”

“AGRIPINA – A VENENOSA”

“OLÍMPIA – A FEITICEIRA”

Lana Del Rey : Ride

 

Eu amo a Lan Del Rey , e seu ultimo clipe Ride com certeza vai entra pra lista dos meus clipes preferidos dela , assim como seus outros clipes ,nesse ela também faz referencia a cultura americana !

“Eu estava no inverno da minha vida – e os homens que encontrei pelo caminho eram meu único verão. À noite eu dormia e tinha visões de mim mesma dançando, rindo e chorando com eles. Três anos consecutivos em uma infinita turnê mundial e minhas memórias deles foram as únicas coisas que me sustentaram, e meus únicos momentos felizes reais. Eu era uma cantora, não muito popular, que tinha o sonho de se tornar uma bela poetisa – mas uma série de eventos desafortunados destruiu esse sonho e o dividiu como um milhão de estrelas no céu noturno, para que eu fizesse pedidos a elas de novo e de novo – brilhantes e destruídas. Mas eu não me importei, porque sabia que ter tudo que você quer e depois perder isso tudo é saber o que a liberdade verdadeiramente é.
Quando as pessoas que eu conhecia descobriram o que eu fazia, como eu vivia – elas me perguntaram por quê. Mas não faz sentindo falar com pessoas que têm um lar, elas não têm ideia de como é procurar segurança em outras pessoas, procurar um lar onde você possa descansar a cabeça.
Sempre fui uma menina incomum, minha mãe me disse que eu tinha alma de camaleão. Nada de uma bússola moral apontando para o norte, nada de personalidade fixa. Apenas uma determinação interna que era tão grande e oscilante quanto o oceano. E se eu dissesse que não planejava as coisas desse jeito, estaria mentindo, porque eu nasci para ser a outra mulher. Eu não pertencia a ninguém – pertencia a todo mundo, não tinha nada – que queria tudo com o fogo de cada experiência e uma obsessão por liberdade que me assustava tanto a ponto de nem conseguir falar sobre isso – e me empurrou para um ponto nômade de loucura que tanto me deslumbrava quanto me deixava tonta.
Toda noite eu costumava rezar para achar pessoas como eu – e finalmente achei – na estrada. Não tínhamos nada a perder, nada a ganhar, nada que desejássemos mais – exceto transformar nossas vidas em uma obra de arte. Viva rápido. Morra jovem. Seja selvagem. E se divirta.
Eu acredito no que a América costumava ser. Eu acredito na pessoa que quero me tornar, acredito na liberdade da estrada. E meu lema é o mesmo de sempre – acredito na gentileza dos estranhos. E quando estou em guerra comigo mesma, eu ando por aí. Só ando por aí.
Quem é você? Você está em contato com todas as suas fantasias mais escuras? Você criou uma vida para você mesmo na qual é feliz para experienciá-las? Eu criei. Eu sou louca pra cac*te. Mas eu sou livre.”

Mallu Magalhães : Velha e louca

Pode falar que eu não ligo,
Agora, amigo,
Eu tô em outra,
Eu tô ficando velha,
Eu tô ficando louca.

Pode avisar qu’eu não vou,
Oh oh oh…
Eu tô na estrada,
Eu nunca sei da hora,
Eu nunca sei de nada.

Nem vem tirar
Meu riso frouxo com algum conselho
Que hoje eu passei batom vermelho,
Eu tenho tido a alegria como dom
Em cada canto eu vejo o lado bom.

Pode falar qu’eu nem ligo,
Agora eu sigo
O meu nariz,
Respiro fundo e canto
Mesmo que um tanto rouca.

Pode falar, não importa
O que tenho de torta,
Eu tenho de feliz,
Eu vou cambaleando
De perna bamba e solta.

Nem vem tirar
Meu riso frouxo com algum conselho
Que hoje eu passei batom vermelho,
Eu tenho tido a alegria como dom
Em cada canto eu vejo o lado bom.

Nem vem tirar
Meu riso frouxo com algum conselho
Que hoje eu passei batom vermelho,
Eu tenho tido a alegria como dom
Em cada canto eu vejo o lado bom.

A Vida é uma Praia

Atualmente uma nova tribo urbana vem chamando atenção nas ruas de grandes cidades  do mundo … São os Seapunks !

Seu estilo é baseado em nada menos nada mais do que o mar ( sea é mar em inglês).Cabelos coloridos,jeans rasgados,tons pastéis ,tie dye ,kitsh  ,óculos redondinho com holograma,creepers,estampas coloridas ,e claro o yin yang (simbolo chinês),pulseiras de acrílico ,maquiagem escura,é e tudo mais que lembre o mar !

Não se sabe ao certo aonde essa tribo surgiu ,uns dizem q foi na California,ou em Londres e tem gente que até diz que eles surgiram no Japão …..Eles estão mesmo é ganhando notoriedade é na internet através de sites e blogs ,principalmente o tumblr,aonde são comuns encontrarmos, gifs animados, montagem surrealistas e fotos pixealizadas  (que nos faz lembra video games dos anos 90 ),além de toda uma simbologia religiosa  e super mistica ,é a internet é a casa deles !

Falando de musica , eles curtem uma mistura sinistra de musica caribenha,pop,psicodelismo,eletrônica,garage,dupstep, e o trance …. Unicorn Kid é uma das centenas de bandas que estão surgindo no cenário musical da  tribo (e talvez a  mais conhecida),cara mesmo o meu lance sendo algo mais Rock ,eu curti o som ,é super psicodélico,me sinto dentro de um video game,ou em uma rave, me da um sentimento de revolução  (Ouvi e recomendo) :

E pra quem esta se perguntando o que o titulo do post tem a ver com os Seapunks ,eu vou explicar : ” A vida é uma praia ” este é o lema dos caras,um lance do tipo  ” Viemos do mar e pro mar voltaremos um dia ” ,sinistro não acha ?

Os caras também tem toda uma ideologia apocalíptica formada …….. “Seapunk é uma forma de visualizarmos o futuro juntos, coletivamente. Os níveis do mar estão subindo, monstros marítimos estão sendo acordados. Estamos a beira de acordar algo muito antigo, das profundezas do mar, e eles vão ficar bravos! ” ….